Parasitas são pequenos mas causam grandes transtornos. Saiba como verificar se o hóspede está com pulgas e carrapatos!

Checar se o hóspede está com pulgas ou carrapatos pode – e deve – ser feito antes mesmo da hospedagem começar, no pré-encontro ou no check-in. A não ser que o cãozinho esteja usando coleiras específicas para isso, é difícil comprovar que ele está protegido porque as principais formas de prevenção são comprimidos e pipetas aplicadas no pescoço.

Então, o primeiro passo é perguntar ao tutor:

  • Qual foi a última vez que o cãozinho usou algum medicamento para pulga e carrapato;
  • Qual a marca do produto usado.

Cada produto possui um período de proteção, de acordo com o fabricante. Então, sabendo qual foi o produto e quando ele foi aplicado, fica mais fácil checar se o cãozinho ainda está protegido.

Como verificar se o hóspede está com pulgas e carrapatos

Sugestão 1: Procure durante carinhos

No pré-encontro ou no dia do check-in, faça carinho no hóspede, mas não carinhos convencionais. Passe a mão nele, olhe com atenção. Se for um cachorro de pelo longo, abra os pelos e procure por pulgas, ou até mesmo por possíveis picadas ou reações alérgicas – em alguns cães, pulgas causam alergia.

Sugestões 2: Adote o procedimento de vistoria

Tanto no pré-encontro como no dia do check-in, você pode adotar o procedimento de vistoria para pulgas e carrapatos como uma etapa de segurança da hospedagem. Explique ao cliente a importância dessa verificação e, antes da hospedagem começar efetivamente, você pode “caçar pulgas” no hóspede na presença do tutor.

Deixando claro que isso é importante para o bem-estar de todos, inclusive do próprio cachorro, o cliente não irá se incomodar. Essa é uma forma de profissionalizar o seu trabalho.

O que fazer se eu achar pulgas ou carrapatos

No pré-encontro

Se você achou pulgas ou carrapatos no cãozinho durante o pré-encontro, comunique o cliente para que ele possa solucionar a questão. Depois, diga que para a hospedagem é fundamental que o cachorrinho não esteja mais com pulgas e que esteja devidamente protegido.

No check-in ou na hospedagem

Se você só notar pulgas ou carrapatos na hora que o cachorro chegar ou durante a hospedagem, comunique o tutor e combine com ele o que é possível fazer. As opções são comprar algum remédio anti-pulga, aplicar no cãozinho e o cliente repassar esse valor para você depois, dar banho com shampoo anti-pulga no cachorro ou mantê-lo num espaço reservado longe de outros cachorros.

Remédio de remoção X remédio de prevenção

Para combater os parasitas, existem dois tipos de remédio. O remédio de remoção geralmente é dado via oral para o cachorro e, apesar de não deixá-lo protegido, mata todas as pulgas que estão no animal. Já o remédio de prevenção, encontrado tanto em coleiras, pipetas e comprimidos ajuda a manter o cachorro constantemente protegido contra pulgas e carrapatos. Então, antes de dar ou aplicar qualquer coisa no hóspede, confirme com o cliente se ele não possui nenhuma alergia ou restrição.

Importante: mantenha os seus próprios cachorros e sua casa protegidos. Se você receber um hóspede com pulga ou carrapato, terá um problema. Mas, se os seus cachorros estiverem protegidos, você terá um problema a menos para resolver.

Quer saber como manter a casa sempre limpa e protegida de parasitas? Clique aqui.

 

4 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*