Você sabe como identificar se o hóspede está com alguma irritação ou alergia nos olhos? E como proceder caso o pet venha a machucar os olhinhos durante a hospedagem? Vem conferir!

Alguns cachorros são bem enérgicos e gostam de correr por todos os cantos, pular, brincar com objetos e/ou outros animais, e podem acabar machucando os olhos.
Além disso, o cachorro pode desenvolver irritação ocular, que pode ser causada por diversos fatores como: poeira, sujeira, alergias ou brigas. Por isso, atenção a todo momento, pois uma simples irritação pode desencadear grave inflamação que pode resultar em úlcera de córnea ou uma infecção maior.
É muito importante lembrar também que cachorros braquicefálicos (do focinho achatado), possuem os olhos mais expostos que outras raças, como o bulldog, por exemplo, necessitando de cuidado extra com essa região.

Existem algumas ações que você pode fazer para evitar qualquer susto com os olhos do seu hóspede!

Antes da hospedagem

A DogHero sempre recomenda que haja o pré-encontro antes de a reserva ser paga. Nesse pré-encontro, você pode tomar algumas precauções para não receber um hóspede que já esteja com irritação ocular.

  1. O cachorro está com os olhos avermelhados?
  2. O cachorro está coçando muito a região?
  3. Ele fica com os olhos semicerrados (semiaberto) ou piscando muito?
  4. Está com secreção excessiva na região dos olhos?

Se sim, converse com o tutor e o oriente a levar o pet a um veterinário de confiança antes da hospedagem.

Durante a hospedagem

Cachorros das raças Bulldog, Shih-tzu, Pug, Pequinês, Boxer e Boston terrier possuem os olhos proeminentes (saltados para fora) e precisam de uma atenção maior durante a hospedagem.
Devido a isso, a probabilidade de um hóspede dessas raças apresentar algum problema é maior. Por isso, cuidado com essas raças e mantenha-os sempre supervisionados.

Orientamos que o hóspede só tenha contato e conviva com cachorros do mesmo porte (ou menores!), reduzindo a chance de que ele saia com algum machucadinho no final da hospedagem. Manter um Shih-tzu brincando com um Pug causa menos danos do que permitir uma brincadeira entre um Shih-tzu e um Golden, por exemplo.
Cães com pelos compridos na região da cabeça também tem mais chance de lesionar os olhinhos, por isso mantenha sempre os pelos presos e a região dos olhos limpa.

O hóspede se machucou, e agora?

Caso o hóspede esteja apresentando algum dos 4 indícios que orientamos observar no pré encontro, você deve, a princípio, evitar que o animal continue coçando a região. Para isso, indicamos alguns procedimentos:

1) Você pode colocar um cone, caso tenha em casa, ou até mesmo criar um para essa emergência!

Para cachorros de pequeno porte, você pode cortar um papelão/chapa de raio x e envolver o pescoço do cachorro, criando um colar elizabetano. Já para cachorros de grande porte, recortar um balde e prender na coleira do cachorro deve ajudar.

2) Limpe a região delicadamente com soro fisiológico ou água filtrada. Remova com cuidado alguma remela que possa existir e nunca passe qualquer medicamento sem avaliação de um veterinário.

Lembre-se, a região dos olhos é muuito sensível, e é preciso cuidado caso vá realizar algum procedimento no olho do cachorro! Por isso, sempre lave as mãos com água e sabão antes, okay?

3) Em caso de objetos nos olhos, não tente remover em casa. Leve o hóspede imediatamente a um veterinário de confiança.

4) Se o olho estiver com sangue ou com aspecto de murcho leve-o imediatamente a um veterinário

Quanto antes a lesão/irritação for identificada, mais fácil será o tratamento. Em caso de anormalidade com o pet, informe o tutor e leve-o a um veterinário.
Nossa Garantia Veterinária cobre os gastos quando o acionamento se dá por algo que ocorreu durante a hospedagem. Caso tenha qualquer dúvida sobre nossos Termos de Uso, acesse aqui.

Total
7
Shares

3 comments

  1. Muito positivo estas orientações, principalmente em relação a raças que tem mais probabilidade de ter algum acidente.
    Como sempre a publicaçao de vcs são muito importante.
    Att

    marcia Pustilnick

  2. Boa orientação.
    A dica da radiografia já conhecia, agora o balde nunca tinha ouvido nem imaginado.
    Mas ainda acho melhor entrar em contato com um profissional de confiança!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*