O hóspede late muito e você não sabe mais o que fazer? Se acalme pois temos dicas muito legais para você ajudar o catioro a se acalmar, e ter uma hospedagem mais tranquila.

Os cães podem não saber falar como os humanos, mas um cachorro latindo tem o poder de expressar muitas coisas. Seja para chamar atenção, indicar que está bravo, ou até mesmo para manifestar alegria, o peludo está se comunicando. É claro que nem sempre é tão fácil ou tão óbvio entender o que está acontecendo com ele. Por isso, preparamos este post para te ajudar a descobrir o que o seu hóspede pode estar te falando.

Cachorro latindo: o que pode ser?

É fato que algumas raças ladram mais do que outras, mas todas elas o fazem como uma forma de comunicação. Por exemplo, ao chegar em casa, é normal ver o cachorro latindo, abanando o rabo e pulando. É uma maneira dele dizer que está feliz em te ver. É como se dissesse “seja bem-vindo”.
Mas isso nem sempre é sinal de alegria. Quando deixados sozinhos por muito tempo, os cães também usam esse mesmo recurso para manifestar a sua tristeza. Enquanto seus tutores/Anfitriões não estão em casa, os cachorros latem, choram e até uivam, clamando para que a família volte logo. Porém, se a campainha toca ou há um barulho atrás da porta, esqueça os indícios de felicidade ou solidão. Nesse caso, em geral, cachorro latindo pode indicar que há alguém lá ou ser um aviso sobre algum perigo.

Cachorro latindo pode ainda significar “vem brincar”, como também medo, surpresa, irritação, entre outras coisas. Ou seja, cada latido tem um significado e um propósito para diferentes situações e estados de espírito dentro linguagem canina. É uma manifestação vocal canina complexa e repleta de carga emocional. Com isso, as características desse som também variam conforme a ocasião, necessidade e objetivo.

Como identificar por que o cachorro está latindo

Acredite, o universo dos latidos é bem maior do que pensamos. E já que nos esforçamos para ensinar os nossos comandos aos cachorros, por que não aprender com eles também? A experiência com o seu hóspede é, sem dúvida, o primeiro passo para começar a compreendê-lo. Portanto, a dica aqui é observar o comportamento canino:

  1. Contexto: quais são as situações em que o cão ladra, o que aconteceu, onde foi, etc. Exemplo: ao encontrar um outro cachorro na rua, quando você sai, ao chegar em casa.
  2. Expressões: atente-se às outras expressões em seu rosto, seu corpo e seus movimentos. Exemplo: pelos eriçados, a forma como abana o rabo, o olhar.
  3. Características do latido: os sons, a continuidade, quantidade de latidos, força e duração. Exemplo: um único latido, latido sem parar, latido com rosnado.

Com toda essa base de conhecimento, é mais fácil identificar o tipo de latido, necessidade, propósito e sentimento. Isso ajuda ainda a saber qual é a atitude que o tutor deve tomar.

O que o cachorro latindo quer dizer

Um cachorro que late quando ouve um barulho na porta alerta de que há alguém ali. Se o pet é daqueles amigáveis, isso demonstra ansiedade e excitação para receber a visita. Mas, se for um cão de guarda, a vocalização provavelmente será mais intensa e com rosnado diante de um estranho. Ao seu tutor ou Anfitrião, o tom sinaliza algum possível perigo. Para o desconhecido, o som é proferido ferozmente, deixando todo o seu instinto de proteção falar.

A agitação do cachorro latindo pode ser notada através de uma longa sequência de latidos. Leve em consideração também o espaço entre um som e outro. Ou seja, quanto mais rápida é a sucessão de ladradas e menos pausas acontecerem, maior é a agressividade demonstrada. É diferente daquele latido de aviso ou de chamado para brincar.
Quando o cão reconhece o visitante ou certifica-se de que não há nenhum risco, ele se acalma naturalmente. E então, o peludo pode até dizer “olá”, geralmente com um ou dois latidos em tom médio para expressar a sua saudação. Esse cumprimento é acompanhado pelo jeito próprio de cada cachorro em receber a pessoa, como pular, pedir carinho ou trazer seus brinquedos.
Essa manifestação sonora também pode ocorrer quando o seu amigo de quatro patas tem pouca atenção. Latidos com pausas entre um e outro, por exemplo, são um pedido de companhia ou demonstram a solidão do pet. Por isso o cachorro latindo pode ser uma maneira de fazer o tutor notá-lo. Nesse caso, dar bronca sem treinamento pode até piorar. Ele pode entender que essa é a maneira da família falar com ele.

Como acalmar o cachorro latindo demais

Latir faz parte da natureza do seu amigo de quatro patas. Entretanto, um cachorro latindo demais pode incomodar, família, os vizinhos e causar até alguns problemas de convivência em condomínios.
É preciso checar se você está dando atenção suficiente ao seu hóspede. Cachorro latindo pode ser sinal de tristeza. Quando se sentem solitários e clamam por carinho e companhia, eles usam o latido para que sejam notados. O tédio e a falta de exercícios também fazem com que ladrem mais, especialmente quando jovens. Portanto, dedique-se ao seu cãopanheirinho! Caminhadas diárias, um afago e algumas brincadeiras podem facilmente poupá-lo de ter que lidar com esse comportamento.

Já no caso de cachorro latindo quando a família sai, uma boa dica é deixá-lo entretido. Você pode usar brinquedos como aliados. Uma boa opção são aqueles interativos, em que um petisco é colocado dentro e o desafio é conseguir comê-lo. São algumas horas de paz até você voltar.
Se o seu hóspede late para os barulhos, você pode deixar a TV ou o rádio ligado em volume médio. Isso evita que ele ouça os sons fora de casa – dos quais não temos o controle. Para os cães que latem para movimentos de carros, pessoas ou animais passando, o ideal é que não possam vê-los. Então, cubra janelas, feche portas ou deixe-os dentro de casa (ainda que em uma área cercada). Se não veem ou sentem o cheiro, não têm razão para latir.

Lembre-se: Esses sentimentos podem se intensificar durante a hospedagem, uma vez que o hóspede está longe da casa e dos tutores dele. Por isso, mesmo que ele seja tranquilo com os tutores ou não costume apresentar esse comportamento em casa, a hospedagem intensifica a sensação de solidão/tristeza. Então, quanto mais tempo você puder passar com seu hóspede e mantê-lo entretido, menor será a possibilidade de ele apresentar algum desses comportamentos.

Já sabe tudo sobre o que fazer quando o cachorro late? Leia também sobre ansiedade de separação e saiba como reduzir o sofrimento do animal.

Total
2
Shares

1 comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*